quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Bebês sem fraldas já viu?



Participo de um grupo no facebook sobre educação, tem muitas dicas e idéias legais para nossos pequenos e um dia uma das moças abordou o assunto sobre a higiene natural dos bebês, eu nunca tinha ouvido falar sobre tal assunto, vocês já?
Aí fiquei com aquela pulga atrás da orelha e fui atrás pra conhecer e entender o lance.Vou transcrever o que achei aqui


"A base do ‘método de higiene natural infantil’ é um exercício de reconhecimento dos ciclos das crianças e uma prática de comunicação. Os adultos que o praticam com as crianças ao seu redor sabem que elas podem comunicar-se de formas não verbais. Da mesma forma que a mãe oferece o seio quando percebe que seu bebê está com fome, ela pode oferecer um pinico, levá-lo à privada ou a um canteiro de terra, ou a qualquer outro receptáculo de sua preferencia ao se dar conta de que a criança precisa urinar ou defecar. A eliminação de xixi e cocô, tão bem como as necessidades de comer ou dormir, possuem natureza cíclica. O reconhecimento desses sinais e ciclos permitem aos pais satisfazer essa necessidade de seus filhos de uma maneira mais harmoniosa que o simples trocar de fraldas.
Adultos adeptos do ‘método de higiene natural infantil’ podem assegurar que os bebês são conscientes de sua necessidade de eliminação e capazes de a comunicar desde muito jovens. Isso contraria teorias segundo as quais é impossível aos menores de dois ou três anos controlar os músculos do esfíncter externo, que controla a abertura voluntária do ânus. Uma das vantagens é que o método permite à criança desenvolver desde cedo a consciência de uma de suas necessidades fundamentais, levando também a uma maior percepção de seu corpo. Todos que praticam este método são conscientes de que os pequenos possuem um senso de limpeza e que não gostam de permanecer sujos e molhados dentro das fraldas. Porém acabam se condicionando a isso até os dois ou três anos, quando é preconizado se começar um treinamento para deixar as grandes causadoras de assaduras.  
É um modo amável que se baseia na escuta das necessidades da criança promovendo um laço afetivo muito forte. Contrariamente ao método convencional de abandono das fraldas, ele é não coercitivo pois não cria um sentimento de sucesso ou decepção a cada eliminação. Isto porque o importante é a capacidade de ouvir e responder à necessidade dos filhos. A mensagem que podemos ter em mente é que as fraldas não são indispensáveis e que é possível em qualquer lugar do planeta praticar a higiene natural infantil. O ‘método de higiene natural infantil’ poupa água e sabão de lavagem no caso das fraldas de pano, mas principalmente no que se refere a utilização de fraldas descartáveis, extremamente poluentes para o ambiente e nocivas para a pele delicada do bebê."

Eu particularmente não curti e nem pensaria em aderir a essa prática, o coco eu concordo que dá pra perceber quando vão fazer, é nítido, mas o xixi??nunca percebi nenhuma mudança de comportamento nos meninos na hora de fazer xixi. Fiquei pensando em como deve ser cansativo toda hora levar a criança no banheiro, na hora de sair e tudo mais, mas o que deve ser engraçado a cara do povo na hora que vc fala que seu filho não usa fralda deve ser.

Para saber mais leia aqui.

E aí você encara essa?

2 comentários:

Mi Gobbato disse...

Eu nunca tinha escutado sobre isso, e aqui em casa fiz o processo que acho que a maioria faz, qndo chega-se na fase dos 2 anos comecei o processo de tirar as fraldas...

Beijos Mi Gobbato
http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

Adriana Engelmeyer Bouzan Lopes disse...

Acho isso super interessante .....já li um pouco a respeito....bjus

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...